Não haverá mais abate de animais no festival de Gadhimai

Ativistas dos direitos animais querem fim do festival do sacrifício do NepalO Templo Gadhimai, no Nepal, anunciou que não haverá mortes no próximo Festival, considerado o maior sacrifício de animais do mundo.

“Por gerações, os peregrinos sacrificaram animais para a deusa Gadhimai, na esperança de uma vida melhor. A hora de transformar uma velha tradição chegou. É hora de substituir a matança e a violência com culto e celebração pacífica”.

Anunciou com estas palavras Ram Chandra Shah, representante do templo Gadhimai, a decisão de proibir o abate de animais no festival, considerado o maior abate religioso do mundo.

A decisão veio após negociações entre o Templo e as organizações Animal Welfare Network Nepal (AWNN) e Humane Society International / Índia.

A organização internacional Igualdad Animal divulgou recentemente uma reportagem com imagens inéditas do Festival Gadhimai, mostrando a brutalidade e extrema violência sofridos pelas vítimas animais destes rituais religiosos. O vídeo também registrou o trabalho realizado pela organização com a campanha “Stop Sacrifícios” para tentar parar a matança no festival, com a qual conseguiram que o Governo da Índia bloqueasse o transporte de animais na fronteira com o Nepal, o que levou à redução do número de animais abatidos em 2014 em 70% em relação à edição anterior, de 2009.

Fonte: Igualdad Animal

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016