Águia de Ouro não utilizará produtos de origem animal em desfile

Foto: Celso Tavares/EGO

Segundo matéria do site Ego, a Águia de Ouro, escola de samba do Grupo Especial de São Paulo não utilizará plumas ou qualquer outro produto de origem animal no desfile deste ano, optando por materiais alternativos como garrafas pet recicladas.

O pedido veio de Luisa Mell, ativista animal que será homenageada no desfile da agremiação.

“É possível fazer uma festa maravilhosa sem sofrimento. Carnaval não combina com sofrimento. No começo estava receosa em aceitar, mas, quando eles disseram que não iam usar plumas, peles e nada animal, topei. Fui rainha de bateria durante cinco anos e deixei de desfilar por isso. Era um conflito estar lá com a escola usando materiais que vão contra tudo o que prego. E agora não. Consegui voltar sendo coerente com tudo o que defendo”, festeja ela.

Luisa conta que, quando a Águia de Ouro a procurou, eles queriam fazer um enredo sobre cachorros. Mas, conforme ela conversou com o carnavalesco Amarildo de Mello, decidiram falar sobre todos os animais.

No dia do desfile, Luisa virá no alto do penúltimo carro que entrará na avenida. A alegoria vai fazer uma crítica sobre o uso de animais nos circos e mostrar que é possível levar alegria a diversão sem usar animais.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais © 2012 - 2017