Saída sustentável para a alimentação humana está no vegetarianismo estrito, diz estudo

alimentar-mundo-vegetaisComo podemos produzir alimentos suficientes para uma população em crescimento disparado, ao mesmo tempo deixando espaço para a natureza? Para descobrir isso, pesquisadores fizeram centenas de simulações de produção de alimentos em diferentes condições  – como orgânicos vs. a agricultura de alto rendimento, e dietas baseadas em vegetais vs. dietas à base de carne. Eles gravaram se cada combinação de estratégias era “viável” – se comida suficiente poderia ser produzida para alimentar a estimada população mundial de 2050 sem expandir a área de terras agrícolas que as pessoas já usam. O tipo de dieta foi o maior determinante do sucesso, relata a equipe na revista Nature Communications. Dos cenários que incluíam todos os humanos do mundo se alimentando com uma dieta inteiramente vegetal, 100% eram viáveis. Mas por causa da quantidade de terra usada para criar animais para carne – cerca de duas vezes o necessário para o cultivo de vegetais – somente 15% dos cenários com dietas ocidentais típicas ricas em carne eram viáveis. Nenhum outro fator teve um efeito tão grande, nem mesmo a mudança para práticas agrícolas como o uso adicional de fertilizantes para tornar a terra mais produtiva. Deve-se levar em conta que o estudo tem muitas hipóteses embutidas, como comércio totalmente livre entre os países, o que significaria que o alimento poderia sempre chegar onde fosse necessário.

Com informações da Science Magazine.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016