Alternativas veganas  para roupas, calçados, bolsas, mochilas e outros têxteis

alternativas veganas de vestuárioA exploração animal vai muito além do nosso prato; ela pode estar presente em diversos produtos de maneira obscura, causando dúvidas e confusão a respeito de suas origens. Abordaremos aqui materiais utilizados na confecção de itens de vestuário e outros têxteis (roupas, calçados, bolsas, acessórios, artigos de cama mesa e banho, estofamento de móveis, etc.)

Os materiais de origem animal utilizados para estes fins são subproduto da pecuária, ou da criação de animais especificamente para este fim exploratório, ou ainda podem  ter sido caçados em seu habitat natural. A seguir, alguns dos materiais mais comuns e suas alternativas veganas:

Couro

É a pele curtida de animais, utilizada em sapatos, cintos, carteiras, bolsas, malas, pastas, casacos, chapéus, entre outros. A maior parte do couro vêm dos animais vítimas da indústria pecuária.
Apesar do couro de bois e vacas ser o mais utilizado, vêm crescendo o uso de diversos outros animais para este fim, como cabras, porcos, ovelhas, jacarés, cobras, leitões, peixes.

Atenção: o chamado couro ecológico não é vegano – é o couro animal cujo curtimento é isento de aditivos poluentes e nocivos.

As alternativas veganas são: “couro” sintético  – produzido a partir de derivados de petróleo;  e o “couro” vegetal – alternativa vegana e ecológica, pois sua matéria-prima é o látex, extraído das seringueiras.

Camurça

É um tipo de couro felpudo removido da parte de baixo da pele de camurças, cabras, vacas, porcos, bezerros, cervídeos e principalmente cordeiros.
Substituir por camurça sintética, produzida a partir de micro fibras como poliéster ou poliuretano.

Seda

É feita a partir do casulo do bicho-da-seda. Cerca de 1.500 bichos de seda são mortos para produzir 100 gramas do tecido.
Substitui-se por seda artificial, feita de uma mistura de poliéster, rayon e outras fibras sintéticas.

É derivada do pêlo da ovelha que, depois de tosquiado, é processado industrialmente.
A alternativa é a lã acrílica, sintética, produzida de derivados de petróleo.

Peles

Alguns animais são caçados e outros são criados em cativeiro para este fim. Uma grande quantidade de espécies é vítima desta indústria, tais como chichilas, coelhos, raposas, focas, lontras, texugos, castores, entre outros.
Existem roupas de material sintético como poliéster e acrílico, que imitam as peles.

Entre os produtos veganos, sempre que possível devemos dar preferência aos que utilizam materiais de origem vegetal e orgânica, e aos materiais sintéticos reciclados ou ecológicos, pois a fabricação de alguns destes produtos (principalmente os derivados de petróleo) é extremamente poluente.

Materiais de origem vegetal comumente utilizados em vestuário são: algodão, linho, juta, cânhamo, sisal, látex, entre outros.

Como identificar o material utilizado

Existem algumas formas difundidas popularmente de identificar qual o material utilizado na confecção do produto – como cheiro, regularidade, padrão, textura, etc. Entretanto, nenhumas delas é confiável.
Também não confie exclusivamente na palavra do vendedor, que na maior parte das vezes não conhece a fundo os materiais utilizados nas peças (e alguns não hesitam em dizer aquilo que o cliente deseja ouvir). O ideal é procurar marcas de empresas confiáveis que deixam claro o material utilizado em seus produtos e que possuam atendimento via SAC, para sanar todas as suas dúvidas sobre o processo de confecção e material. No Brasil já existem algumas marcas de vestuário e acessórios veganas.

Exerça seu poder como consumidor: peça informações adequadas do fabricante. Se as informações fornecidas não forem satisfatórias, reclame com a empresa, exija mudanças, boicote.

fontes de consulta – wikipedia – Muda o mundo

Publicidade
Redes Sociais
Facebook | Google Plus | Twitter | Youtube

Veganismo
Direitos Animais | Nutrição Vegetariana
Parceiros | Links