Consumo de carne relacionado à taxas mais elevadas de morte por todas as causas

Instituto do Coração precisa de voluntários para participar de estudo científico sobre dieta e problemas cardiovasculares

Um estudo realizado com mais de um milhão de pessoas mostra que consumidores de carne têm taxas de mortalidade mais elevadas do que vegetarianos.

Segundo o estudo da Mayo Clinic, publicado no The Journal of the American Osteopathic Association, as taxas de mortalidade para consumidores de ‘carne vermelha’ são mais elevadas em todas as causas de morte. O estudo observou um milhão de pessoas nos Estados Unidos, Europa e China durante um período de 5,5 a 28 anos, além de estabelecer referências cruzadas entre 13  pesquisas de coorte incluindo 1,5 milhões de pessoas – e descobriu que o consumo de ‘carne vermelha’ processada ou não, levou a um risco de mortalidade mais elevado por doenças, incluindo problemas cardíacos e câncer. “Apesar de variabilidade dos dados, a evidência é consistente, de que o aumento da ingestão de carne, especialmente processada, está associada com aumento da mortalidade por qualquer causa”, o estudo revelou. Dadas as conclusões, os cientistas do estudo recomendam que “os médicos devem encorajar os pacientes a limitar os produtos de origem animal tanto quando possível, e substituir carne ‘vermelha’ com alimentos à base de plantas.” As informações são do VegNews.

 

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016