Filme brasileiro “O Grande Circo Místico” será filmado em Portugal para utilizar animais reais

direitos-animaisO diretor de cinema Cacá Diegues irá gravar fora do Brasil todas as cenas circenses do filme “O grande circo místico”, já que a legislação brasileira proíbe animais nos circos.

Segundo Cacá, “não dá para fazer, sem bichos, um longa que se passa num circo, no início do século vinte”. Em setembro, ele e a equipe do filme embarcam para Lisboa. “Já fechamos com uma companhia de lá, que vai nos emprestar elefantes e leões”, conta. As informações são do Globo.

Uma petição foi lançada e encaminhada ao diretor, pedindo que não fossem utilizados animais nas filmagens. Cacá Diegues respondeu ao pedido reafirmando que não há como realizar o filme sem animais – ainda que diversos filmes, tal como o recente “Noé”, que não utilizou sequer um animal real nas filmagens, provem que é perfeitamente possível utilizar diferentes técnicas para representar os animais.

Veja a resposta de Cacá Diegues ao pedido:

“Caras Senhoras e caros Senhores,
A ação do filme “O grande circo místico” começa em 1910. Seria portanto inverossímel, um ato de enganar e mentir ao espectador, se não mostrássemos animais no circo, como era comum naquela época em todos os continentes. Mas não só trataremos bem os animais, como também não deixaremos de mostrar como eles eram humilhados e privados de liberdade naqueles espetáculos. É mais ou menos como se estivéssemos fazendo um filme sobre o nazismo e a crueldade dos campos de concentração na primeira metade do século XX: não poderíamos deixar de mostrar as vítimas daquela brutalidade, privadas de liberdade, mal tratadas e humilhadas por seus algozes. Estaríamos, como estaremos, colaborando em defesa de comportamentos mais humanos em relação às pessoas e aos animais. Centenas de filmes sobre circo, antigos e recentes, já foram feitos em todos os países do mundo, muitos deles defendiam calorosamente os animais e os tratavam com respeito, como pretendemos fazer também. Com toda a minha atenção,
Carlos Diegues ”

Circula na internet uma outra petição, desta vez pedindo a retirada do apoio do governo Português ao filme. De acordo com a petição: “O filme “O Grande Circo Místico” moveu a produção do Brasil para Portugal para poder utilizar animais nas filmagens, apesar de no país existir a Portaria n.º 1226/2009, que proíbe aos circos a detenção de animais selvagens, abrindo apenas uma excepção para os animais já detidos à data da entrada em vigor desta portaria.

No entanto, a ineficácia da legislação portuguesa não apenas permite que os circos continuem a apresentar animais, inclusive nascidos após a entrada em vigor da referida portaria, mas também, como se verifica neste caso, atrai para o nosso país pessoas que pretendam explorar animais impunemente e não o possam fazer nos seus países de origem.

Esta situação é agravada pelo facto de o governo português ter garantido aos responsáveis pela produção deste filme um apoio financeiro no valor de 110.521,66 euros.

O reconhecimento de que a exploração de animais na indústria circense é eticamente incorrecta tem levado à sua proibição em cada vez mais países. Não aceitamos que Portugal se mantenha alheio a essa evolução, não apenas permitindo a exploração destes animais, mas também financiando-a, pelo que instamos o Exmo. Sr. Secretário da Estado da Cultura a retirar o apoio financeiro concedido à referida produção cinematográfica. ”

Clique aqui para assinar a petição.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016