CONCEA quer aprovar tortura de animais

Protesto pede sanção de lei que veta teste de cosméticos em animais

O CONCEA (Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal) é um órgão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) que regula as atividades científicas no país, que estão sob sua jurisdição. Quando estourou o caso dos Beagles, executivos do Ministério defenderam o trabalho que o Instituto Royal fazia com aqueles cães inocentes.

Agora para evitar surpresas e reação da população, desejam fazer normas oficiais para torturar desde roedores até primatas não humanos, às quais, legalmente, ninguém conseguirá se opor.

A consulta pública do Edital n° 7, de 24 de setembro de 2014, divulgada no Diário Oficial da União com data de 25 de setembro de 2014, Seção III, página 12, foi preparada por um Ministério que tem apenas algumas semanas de vida – já que as eleições do dia 26 de outubro vai mudar tudo completamente; o pessoal comprometido com a defesa dos animais, que assumirá esses cargos, tem a missão de acabar com a tortura animal a todo nível, legalizada por esse órgão dominado por torturadores de bichos.

É praticamente impossível, no exíguo prazo estabelecido para manifestação da sociedade, usando os formulários e editais com mais de 70 folhas, responder e questionar o uso que o CONCEA quer dar aos animais na pesquisa científica.

Primatas_não_humanos_para_uso_científico_pág.2-4

O Brasil está voltando ao passado. Enquanto a experimentação médica, especialmente em primatas não humanos, já tem sido abandonada por todos os países, eles desejam restabelecê-la, aproveitando a confusão do momento político-eleitoral que atravessamos.

Na calada da noite, de uma forma estapafúrdia, sabendo que é praticamente impossível contestar um edital daquele tamanho, com um formato de respostas complicado, garantem que ninguém se oponha e que os ex-defensores do INSTITUTO ROYAL voltem a tomar conta da vida de milhares de animais inocentes, sacrificando-os falsamente em aras da procura da melhor saúde humana.

Protestemos todos junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI, ao seu órgão CONCEA e à Presidência da República, que permite que um Ministro que têm os dias contados no cargo em que ocupa deixe uma pegada de dor, sangue e sofrimento na história deste Governo.

Dr. Pedro A. Ynterian – Presidente, Projeto GAP Internacional

Fonte: Itu.com.br

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016