Entrevista com os cineastas de Cowspiracy

Cowspiracy: Como a pecuária está destruindo nosso planeta (e por que ninguém está falando sobre isso)

Entrevista com os cineastas de Cowspiracy

Muitos vegans se preocupam com o meio ambiente e entendem a conexão entre a pecuária industrial e a degradação ambiental. Na verdade não é muito difícil fazer esta conexão, quando se está ciente da quantidade fenomenal de recursos que é necessária para produzir um quilo de carne, ou se você sabe alguma coisa sobre a incrível quantidade de lixo produzida pela pecuária ( e isso é só a ponta do iceberg ).

Por outro lado , também  há muitos auto-entitulados ambientalistas que enchem seus pratos com carne e outros produtos animais no final do seu dia de salvar o planeta, sem pensar duas vezes. E quando vamos a sites da maioria das organizações ambientais , é difícil encontrar qualquer material que relacione o consumo de produtos de origem animal com a degradação ambiental.

Um documentário está sendo feito sobre esta questão – um filme que promete balançar o mundo da sustentabilidade e abrir muitos olhos para o que está acontecendo por trás dessa desconexão. Cowspiracy : O Segredo da Sustentabilidade, será lançado no próximo mês nos EUA . Os Cineastas Keegan Kuhn e Kip Andersen concederam uma entrevista ao site Vegan Mainstream

Vegan Mainstream : Vocês sabem que estão arriscando o pescoço para fazer este filme – por que decidiram que vale a pena o risco ?

Kip Andersen : Eu só tomei conhecimento dos temas polêmicos e perigosos depois que já tinha começado a produção. A ameaça muito real que os ativistas enfrentam para expor esta indústria é assustadora, mas o que me assusta mais do que a repressão do governo e possíveis batalhas legais , é que estamos , literalmente, correndo contra o tempo neste planeta. Qualquer preocupação que eu poderia ter para mim e para o meu bem-estar pessoal é insignificante em comparação com o que vai acontecer a todos nós na Terra a menos que uma mudança radical ocorra. Eu não posso me permitir ficar assustado em silêncio.

 Qual você acha ser a razão mais importante para que as pessoas (indivíduos, em vez de empresas) que estão realmente preocupados com o ambiente , muitas vezes não estarem dispostas a olhar como a pecuária e nosso tratamento aos animais está afetando aquilo que dizem que se importam tanto?

Keegan Kuhn : Eu acho que há um monte de razões pelas quais as pessoas se recusam a olhar para as realidades da pecuária. Em primeiro lugar, uma grande quantidade de pessoas em nossa sociedade ainda não sabe de verdade dos horrores que esta indústria é responsável. A grande mídia não quer falar sobre a pecuária industrial por causa de Ligações financeiras e políticas, e até mesmo a mídia alternativa se esquiva do assunto por causa do que isto significa para eles pessoalmente. Eu acho que um monte de gente consciente e compassiva de outras formas não quer olhar para a questão , pois é um tema extremamente preocupante em muitos níveis. Quando somos confrontados com as atrocidades desta indústria isto requer algum tipo de ação , e muitas pessoas não querem mudar.

 Vocês tem tomado precauções para evitar que sejam forçados a parar ou que virem alvo por tentar expor as atrocidades da indústria pecuária, mas vocês conseguiram evita-los por completo , e se não, vocês podem falar sobre alguns dos obstáculos que tiveram de superar?

Kip Andersen : Ficamos muitos tranquilos sobre esse filme durante a produção. Não fizemos um grande site ou tentamos obter muita atenção para o que estávamos fazendo, até agora. Sabíamos que precisávamos terminar o filme antes que pudéssemos realmente começar a falar sobre o assunto amplamente . Nós não fomos capazes de evitar totalmente a controvérsia de fazer um filme como este, contudo. Perdemos financiadores do filme no início, pois eles perceberam que este é um filme arriscado e perigoso de fazer. Isso significava que tínhamos de financiar o filme inteiramente por conta própria.

Através de sua campanha IndieGoGo vocês levantaram mais de $ 70,000 até agora , o que é significativamente mais do que o seu objetivo inicial de 54 mil dólares – e vocês levantaram tão rapidamente! Você pode falar sobre o feedback que vocês obtiveram nesta campanha , e por que você acha que teve tanto apoio ?

Keegan Kuhn : A resposta que temos recebido desde o lançamento do nosso trailer e campanha de financiamento tem sido incrível ! Nós sabíamos que o filme iria ressoar com um monte de gente , mas não tínhamos ideia que receberíamos tanto apoio! Nós atingimos o nosso objetivo inicial de $ 54,000 em apenas seis dias e por isso criamos uma meta de expansão de 108 mil dolares para ser capaz de fazer ainda mais com o lançamento do filme , como a criação de legendas do filme em mais + 10 idiomas, dublagem em língua estrangeira e uma edição educacional de 50 minutos do filme para professores usarem como uma ferramenta de aprendizado nas escolas de todas as idades . Eu acho que a resposta que estamos recebendo tem sido tão imensa , porque há um monte de gente lá fora que se importa profundamente com a questão da sustentabilidade e se sente frustrado de que não há mais a ser feito para promovê-lo verdadeiramente .

Qual foi a maior surpresa enquanto faziam este filme ?

Kip Andersen : Eu diria que a maior surpresa para mim foi descobrir como o gado tem impacto sobre a vida selvagem. O governo , nas solicitações de fazendeiros e lobbies da agricultura animal, está sistematicamente removendo dezenas de milhares de cavalos selvagens de terras públicas , porque os fazendeiros querem pasto para seu gado e os cavalos competem pela forragem. A pecuária também pressiona o governo a caçar, prender e matar grandes predadores como lobos, leões da montanha e coiotes , porque eles vêem esses animais como ameaças ao seu negócio.

 Porque este é o momento certo para um filme como este atingir o mainstream ?

Keegan Kuhn : As questões das alterações climáticas e degradação ambiental não podem mais ser ignoradas. As pessoas estão acordando e elas percebem que mudar as lâmpadas e desligar a água enquanto escovam os dentes não vai ser o suficiente para nos salvar da catástrofe ecológica que estamos enfrentando. Para qualquer um que presta atenção nas notícias, é claro que estamos correndo contra o tempo para resolver a situação ambiental que criamos. Tudo que se tem a fazer é olhar para o que 30 anos falando de “energia limpa” nos trouxe, e  vão perceber que nós precisamos criar uma conversa totalmente nova.

 De que maneiras vocês esperam colocar seu filme no mainstream , quando estiver completo ?

Kip Andersen : Queremos e é absolutamente necessário que o filme seja visto pelo maior número de pessoas possível . Estamos pensando em fazer uma turnê pelo nosso país , seguindo de apresentações internacionais, mas sabemos que a forma principal como os filmes são vistos  hoje, especialmente documentários , é através de streaming online como Netflix e iTunes. Fazer o filme o mais acessível possível , sem degradar o seu valor é o que estamos buscando.

Para obter mais informações acesse:  www.cowspiracy.com

Texto traduzido e adaptado pelo Veggi & Tal.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016