Vegetais de montão

Crianças e famílias vegetarianas

crianca-vegetarianaVocê trocaria hambúrguer por verduras e legumes? Só de pensar na ideia, muitos torcem o nariz. Mas Leonardo Jubim Campos, 7 anos, de Santo André, é da turma que prefere vegetais. Gosta de couve-flor, brócolis e cenoura. Aos 3 anos, parou de comer carne, pois não curte o sabor. Ninguém o obrigou. Na opinião do menino, seu hábito é forma de preservar os animais e ter alimentação saudável. No entanto, não deixa de ir a festinhas e casa de amigos. “Sempre tem o que eu comer. Às vezes, levo alguma coisa.” Assim como Leonardo, muita gente não ingere nenhum tipo de carne (de boi, frango, porco ou peixe). Quem adota esse tipo de alimentação é chamado vegetariano. Há ainda os veganos, que também não consomem nenhum produto de origem animal, como ovos, leite e derivados. Nesse caso, verduras, legumes, frutas, grãos e cereais integram as refeições.

Escolha – Na casa dos irmãos Jéssica Hsu, 9, e Leandro, 7, de Santo André, não entra carne. Eles seguem o exemplo dos pais, que nasceram em Taiwan. “Ensinaram que é forma de preservar o meio ambiente e não matar os animais”, diz Jéssica. Na escola, os colegas acham o hábito curioso e perguntam o motivo da escolha. “É costume da maioria comer carne, por isso não entendem muito quando explico”, afirma Leandro. Segundo Jéssica, não tem tanta diferença na alimentação. “Ingerimos mais verduras e legumes do que muitos da nossa idade.” Mas é claro que há espaço para uma guloseima ou outra. Alexandre Antonio Csernik, 9, de Santo André, também segue os passos dos pais. Nunca experimentou carne vermelha nem leite e garante não sentir vontade. “Mas acho difícil quem come há muito tempo parar.” É importante para o desenvolvimento ter alimentação variada e balanceada. E isso é possível consumindo carne ou não. O nutricionista e o nutrólogo podem ajudar na tarefa.

– Cerca de 15,2 milhões de brasileiros se declaram vegetarianos, segundo pesquisa do Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística) divulgada neste mês. Isso corresponde a 8% da população do País.

Diario do Grande ABC

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016