Criando crianças veganas – alimentação

crianca-veganaCrianças costumam ser naturalmente compassivas e amorosas para com os animais, não sendo raros os casos em que espontaneamente se recusam a comer alimentos de origem animal, ou a participar de atividades que envolvam sua exploração. Com mentes naturalmente curiosas, elas costumam ser receptivas e interessadas a aprender sobre veganismo e gostam de compartilhar esse conhecimento com amigos, familares e conhecidos.

Ao criar filhos vegans, um dos maiores obstáculos que você terá que vencer será o escrutínio público sobre sua decisão. Para a mãe e o pai vegan, comer alimentos de origem animal é radical, mas para a maior parte das pessoas, o contrário que é verdadeiro. É bom manter esta perspectiva sempre em mente.

E não devemos nos esquecer que as pessoas de maneira geral são muito sensíves a métodos de parentalidade e escolhas alimentares alternativos. Combinamos ambas as situações ao criar crianças vegans, o que cria atmosferas potencialmente explosivas.

Dicas para lidar com perguntas sobre como você cria sua criança vegana:

– Procure manter o senso de humor, a paciência e a compaixão.

– Nos momentos difíceis, lembre-se de  como você era e das dúvidas que tinha antes de aprender sobre alimentação vegetariana e veganismo.

– Eduque-se. Estar preparado e bem informado lhe permitirá oferecer respostas apropriadas e educadas a qualquer questionamento que receba. Esse preparo é especialmente importante para lidar com a escola, pediatras e médicos em geral.

– Em ocasiões que envolvam alimentação, como numa festinha por exemplo, é uma boa idéia saber o que será servido com antecedência e oferecer a seu filho uma opção vegana parecida para levar, assim ele não se sentirá deixado de fora. De doces e bolos a hambúrgueres e hot-dog, tudo pode ser oferecido numa versão vegana.

Além de educar seu filho para o veganismo, deixe que ele saiba que você o alimenta com comida vegetariana porque o ama e quer o melhor para ele.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016