Desconforto com derivados do leite atinge 50 milhões de brasileiros

5 mitos absurdos sobre o leite de vaca

Uma pesquisa nacional realizada pelo Instituto Datafolha mostra que 35% da população brasileira com idade acima de 16 anos, cerca de 53 milhões de pessoas, relatam algum tipo de desconforto digestivo após o consumo de derivados do leite. Levando em consideração a estimativa populacional de 2015, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), esse valor corresponde a mais de um terço das pessoas dentro desta faixa etária.

A pesquisa aponta que entre a pessoas que relataram algum tipo de desconforto gastrointestinal, 88,2%, nunca receberam um diagnóstico médico, a maioria homens com mais de 35 anos. Apenas 4% dos entrevistados relatam terem ido procurar ajuda médica e, dentre esses, 1% foram diagnosticados com Intolerância à Lactose, o que corresponde a 1,5 milhão. As mulheres apresentam maior incidência da doença, correspondendo a 59% dos casos.

A conclusão é que grande parte da população sofre com os sintomas da intolerância à lactose. A intolerância à lactose é uma condição caracterizada pela dificuldade ou incapacidade do indivíduo digerir (quebrar) a lactose, o principal açúcar do leite, no qual sintomas como náuseas, inchaço, dor abdominal e diarreia após o consumo de alimentos que contêm lactose (leite e derivados), podem ocorrer.

O estudo também aponta que ao sentir qualquer problema no trato gastrointestinal, o hábito mais comum para 34% das pessoas é deixar de consumir determinado tipo de alimento, quando o identifica como responsável pelo problema. Este é o caso do leite, apontado como vilão por 16% dos entrevistados, seguido por bolos e doces, com 13%, chocolate, 11% e queijos, 11%. As informações são do D24am.

O leite é um alimento destinado aos filhotes de cada espécie. O único mamífero adulto que se alimenta de leite é o ser humano. Neste processo não há nada de sadio e natural, sendo nocivo para humanos e animais.

Com criatividade, podemos reproduzir com qualidade pratos que levam lácteos, utilizando somente alimentos de origem vegetal: