Estudo canadense revela que veganos e vegetarianos são avaliados de forma mais negativa que vários grupos-alvo de preconceito comum

mockingO veganismo e o vegetarianismo são cada vez mais prevalentes nos países ocidentais, mas expressões anedóticas de negatividade em direção a vegetarianos e veganos são comuns. Pesquisadores do Canadá testaram  (num estudo realizado em 2014) empiricamente se existe viés direcionado a vegans e vegetarianos.

No Estudo 1, “onívoros” avaliaram vegetarianos e vegans equivalentemente ou mais negativamente do que vários grupos-alvo de preconceito comum (por exemplo, negros). O viés foi intensificado entre as as pessoas nas mais elevadas ideologias de direita, fato que é explicado pela alta percepção do vegetarianismo / veganismo como ameaça. Os vegans (comparados com vegetarianos) e vegetarianos / vegans do sexo masculino (vs. sexo feminino) foram avaliados mais negativamente no geral.

No Estudo 2, “onívoros” avaliaram vegetarianos e vegans mais negativamente do que outros grupos com restrições alimentares (por exemplo, a intolerância ao glúten) e também avaliaram mais negativamente vegans e vegetarianos motivados por direitos animais ou preocupações ambientais, comparados com aqueles motivados pela saúde.

No Estudo 3, vegetarianos e principalmente vegans relataram experimentar negatividade decorrentes de suas dietas.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016