Shaun Monson (diretor de Terráqueos) fala sobre seu novo filme, Unity

Shaun Monson é ativista pelos direitos animais, humanos e ambientais. Foi ele quem escreveu, dirigiu e produziu o premiado documentário Earthlings (Terráqueos), de 2005, que aborda o tratamento da sociedade em relação aos animais, narrado por Joaquin Phoenix e com trilha sonora de Moby. Clique aqui para assistir Terráqueos.

Monson é sócio-fundador da produtora Nation Earth, responsável por Earthlings. Monson e Nation Earth estão atualmente trabalhando numa continuação para Terráqueos, intitulada Unity (Unidade).

De acordo com o site oficial de Unity, o tema do filme centra-se na propensão da humanidade para a apatia e empatia. Shaun descreveu Unity como um filme sobre opostos, ou melhor, “Por que nós percebemos opostos um no outro, apesar de nossas várias religiões (88 % do planeta é religioso ), todos os nossos livros de auto-ajuda, os nossos programas de 12 passos , até mesmo os nossos filósofos e a vasta tecnologia”.

As imagens em Unity serão uma colagem intrincada da vida cotidiana – algumas belas , algumas terríveis. Embora seja um conto de advertência, Unity também espera introduzir um pouco de graça , filosofia e consciência.

A estrutura do filme é composta por seis atos, que são as seguintes : mente, corpo , coração e alma, marcado por um prólogo e epílogo.

O filme terá a participação de mais de 70 personalidades – dentre atores, músicos, esportistas, escritores e outros.

No site de Unity, há a seguinte descrição: “Qual é o objetivo final de sua vida? Apenas um em cada dez milhões de pessoas, a resposta é: “Iluminação.” Para todos os outros, a resposta é ser bem sucedido, rico, poderoso, etc. UNITY é um filme para todos os que têm fome de um significado mais profundo para a existência, e uma forma mais unificada de viver um com o outro, com todas as expressões da vida. Imaginem um mundo que não depende de opostos (nós / eles, rico / pobre, preto / branco, gay / hetero, animal/ humano, etc), mas sim um mundo que só percebeu a totalidade. UNITY apresenta a noção de um mundo em que todos nós somos igualmente valorizados, mesmo que não sejamos os mesmos: humano, animal ou árvore.”

O lançamento de Unity está previsto para novembro deste ano.

No vídeo abaixo (com pouco mais de 7 minutos e que teve livre tradução do Veggi & Tal), Shaun Monson fala sobre seu novo filme, Unity:

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016