O fim dos peixes

O fim dos peixesOs animais marinhos são uma porção crítica da dieta de mais de 3 bilhões de pessoas. De acordo com o site de notícias The Washigton Post,  cientistas prevêem que se a pesca continuar no ritmo atual, os oceanos podem se tornar desertos virtuais em 2050 – daqui a apenas 36 anos.

Já que demanda por “frutos” do mar – juntamente com a população do mundo – está aumentando, não será uma surpresa caso isto ocorra ainda mais rápido.

Já em 2010, O Censo da Vida Marinha concluiu que 90 por cento dos grandes peixes sumiram principalmente por causa da sobrepesca. Isto inclui muitos dos peixes mais explorados para consumo, como o salmão do Atlântico, o atum, linguado, peixe-espada, bacalhau do Atlântico. Todos estes peixes estão em risco de extinção total.

O site também informa que, para que se mantenha o consumo destes animais, a perspectiva (não menos trágica, acrescentamos) é que cresça o investimento em aquicultura – a criação industrial de peixes.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016