Estas fotos chocantes do desmatamento da Amazônia são resultado de nossas escolhas

A Floresta Amazônica está desaparecendo diante de nossos olhos. Somente nos últimos 20 anos, uma área de floresta do tamanho de duas Alemanhas foi derrubada e essa nem é a extensão total do dano. À medida que a Amazônia perde árvores, também está perdendo a capacidade de regular os padrões climáticos, o que está causando secas maciças em São Paulo. Para piorar a situação, todos os animais nativos da Amazônia estão sendo gravemente ameaçados pela destruição de seu habitat.

A antiga floresta tropical está desmoronando nas mãos dos seres humanos – mas você já se perguntou o que está levando a esta destruição?

Para encontrar essa resposta, você pode não ter que olhar muito além do seu próprio prato.
Na Amazônia, o desmatamento é em grande parte impulsionado pela agricultura. Especificamente na região amazônica, cerca de 80% do desmatamento é causado pela pecuária e essa taxa aumentou 29% apenas no ano passado.

O desmatamento relacionado à produção de soja para alimentação animal no Brasil é responsável por 29% das emissões de gases de efeito estufa do país.

Cerca de 70% da soja mundial é fornecida como alimento ao gado e apenas seis por cento da soja é transformada em alimento humano, que é principalmente consumido na Ásia.

À medida que a população mundial aumenta e a demanda por produtos de origem animal, essa destruição só deve aumentar.

Pesquisadores da Universidade de Cambridge descobriram que, devido às atuais taxas de desmatamento, entre um a dois grandes grupos de espécies são eliminados para cada 10 por cento de cobertura florestal que é eliminada.

Então, na próxima vez que você consumir algum alimento de origem animal, imagine a enorme mordida que produzir este alimento arrancou da floresta amazônica.

Infelizmente, o impacto que nosso apetite por carne, ovos e produtos lácteos no planeta se estende muito além do que está acontecendo na Amazônia.O nosso sistema alimentar global dominado pela pecuária industrial está no cerne da nossa crise ambiental.

Atualmente, essa indústria destrutiva ocupa mais de metade dos recursos de terra cultivável do mundo, usa a maioria de nossas reservas de água doce e gera emissões de gases de efeito estufa. Além disso, esse sistema causa poluição desenfreada do ar e da água, degradação da terra, desmatamento e está levando inúmeras espécies para a beira da extinção. E, no entanto, uma em cada oito humanos ainda sofre com a escassez de alimentos. Com informações e fotos do One Green Planet.