Frigorífico em Mairinque, SP, pretende matar pelo menos 700 coelhos por dia para consumo

Abaixo-assinado que será encaminhado ao prefeito da cidade pede pela proibição da prática

Por que os coelhos merecem consideração especial

Um abaixo-assinado foi criado contra a instalação e funcionamento de um frigorífico especializado na matança de coelhos em Mairinque, interior de São Paulo. O frigorífico pretende matar pelo menos 700 animais por dia no início de 2016. Isso são cerca de 21 mil coelhos abatidos por mês para que a carne seja vendida em mercados e restaurantes.

Segundo o site Super Varejo, o estabelecimento começou a funcionar em 2002, na cidade de Salto de Pirapora, também em São Paulo. Atualmente, o frigorífico passa por grande reformulação, mudando-se para Mairinque, em um prédio novo com o que há de mais moderno para o abate do animal. No entanto, novamente a burocracia causou atrasos no planejamento e o recomeço do abate de coelhos não havia ocorrido até o final de setembro. “Conseguimos os últimos documentos para abrir o frigorífico em endereço novo. Em outubro, voltaremos a abater e devemos, no começo de 2016, abater ao menos 700 coelhos por dia.”

O abaixo-assinado, que já conta com mais de 19 mil assinaturas será encaminhado a Rubens Merguizo Filho, prefeito de Mairinque (cidade onde fica o frigorífico), exigindo a proibição da matança dos animais. Também apela ao diretor do frigorífico que abandone a prática.

Coelhos merecem nossa especial consideração

Os coelhos estão entre os animais mais explorados e torturados do mundo – para o consumo de sua carne; pela indústria de peles, para a produção de casacos e outros itens de vestuário; para experimentação, onde são submetidos a toda variedade de testes, desde os toxicológicos ao estudo de doenças; para fins de entretenimento, como presente de Páscoa, como adereço em sessões de fotos,  forçados a atuar em shows de mágica, etc, para depois serem descartados; e são a terceira espécie de “animal de estimação” mais abandonada.

Espalhe a mensagem de que os coelhos, como todos os outros animais, não são nossos para comer, vestir, experimentar, para nos entreter, ou abusar de qualquer forma.

Clique aqui para assinar a petição.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016