A história do Dia Mundial Vegano por sua fundadora

louise-wallis

Louise Wallis (crédito da imagem: wikipedia)

O Dia Mundial Vegano completou 21 anos em 2015. Louise Wallis, ex-presidente da Vegan Society, conta em sua página oficial sobre a criação da data.

Ela explica que o dia foi escolhido pois a Sociedade Vegana foi fundada por Donald Watson e amigos em novembro de 1944, mas como não se sabia a data exata, o dia 01 de novembro era fácil de lembrar. Ela diz: “Gostei da idéia da data coincidir com o Samhain / Halloween, e Com o Dia dos Mortos – tempos tradicionais para comemoração e celebração. Ambos adequados e auspiciosos”.

Ela prossegue dizendo que, culturalmente, esta é a época do ano em que nós nos lembramos dos ancestrais e antepassados, e que os pioneiros vegans nunca estiveram longe de sua mente. Conforme Louise escreveu, em um editorial para o The Vegan em 1994 (ao lado do anúncio formal do Dia Mundial Vegano):

“É difícil para nós imaginar como deve ter sido literalmente “inventar” a si mesmo como vegan. Nos anos quarenta, a idéia de se recusar a comer produtos de origem animal não era apenas inédita, mas considerada absoluta loucura delirante! Todo mundo acreditava, sinceramente, que você certamente morreria. A história me fascina. Como foi possível que alguns indivíduos diferentes, espalhados por todo o país experienciassem, simultaneamente, esta nova, revolucionária visão de um futuro mais são? O que na Terra os possuiu a severamente restringir suas opções alimentares num tempo em que o racionamento estava no seu mais severo momento, e toda a gente estava preocupada em simplesmente conseguir o suficiente para comer? E como eles sabiam instintivamente o que fazer, quando não houve mais ninguém antes deles? ”

“Nós devemos tudo a estes sonhadores temerários, e no Dia Mundial Vegano fazemos um brinde em agradecimento.”

Ela também cita a teoria do “possível adjacente” que, em termos simples, é o potencial criado quando você percebe e se conecta ao improvável.

Seu principal expoente é Steve Johnson, autor best-seller de Where Good Ideas Come From. Ele descreve-o assim:

“O possível adjacente é uma espécie de sombra do futuro, pairando sobre as bordas do presente estado das coisas, um mapa de todas as maneiras em que o presente pode se reinventar”.

“Eu amo este: “uma sombra do futuro”, é assim que eu penso sobre o Dia Mundial Vegano. Um dia do ano quando nós podemos fazer nossos sonhos parecerem reais. Quando temos um vislumbre do que um mundo vegano pode parecer. Quando podemos nos conectar com outras pessoas e influenciar o curso de suas vidas”, disse.

Você pode ler o artigo completo aqui (em inglês).

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016