Madri tem protesto contra festa medieval de execução de touros

Festa espanhola remonta à Idade Média e um touro é ferido até a morte.
Protesto foi organizado pelo Partido Animalista (PACMA)

touro-vega

Foto: Susana Vera/Reuters

Milhares de pessoas se manifestaram neste sábado (12) em Madri para denunciar a crueldade do chamado “Touro de la Vega”, um festa espanhola que remonta à Idade Média e onde um touro é ferido até a morte.

Celebrada todos os anos em setembro na localidade de Tordesilhas, centro do país, a festa, nascida em 1453 e herança dos jogos taurinos medievais, é denunciado todos os anos por defensores dos direitos animais.

Centenas de pessoas armadas com lanças perseguem a cavalo ou a pé um touro bravo palas ruas da cidade fortificada até um ponto em que encurralam o animal, que é morto ferido por todos.

“É uma das maiores crueldades que pode haver no século XXI”, declarou Nacho Novoa, um funcionário administrativo de 59 anos que viajou vários quilômetros de carro com a família para participar no protesto.

O protesto foi organizado pelo Partido Animalista (PACMA), que exige do governo do conservador Mariano Rajoy que acabe de vez com uma festa que considera “tortura, e não cultura”.

Fonte: G1

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016