Seguido por México, Holanda também proíbe uso de animais silvestres em circos

Por Alex Avancini, da ANDA

direitos-animaisBoas notícias chegam aos animais de circos pelo mundo, apenas dois dias depois do México anunciar a proibição de animais silvestres em apresentações circenses em todo território nacional, agora é a vez da Holanda também anunciar sua medida.

O país de quase 17 milhões de habitantes está localizado na Europa ocidental e agora junta-se a outras 30 nações que já aprovaram leis para restringir em nível nacional o uso de animais em circos.

Jan Creamer, presidente da ADI, a Animal Defender International, diz: “Estas são notícias maravilhosas vindas da Holanda e México nesta semana. O uso de animais em circos é cruel, ultrapassado, e que agora é reconhecido na legislação em 30 países. A Animal Defenders Internacional espera que este seja um despertar para o Governo do Reino Unido para trazer também a proibição que prometeu ao público ao longo de dois anos atrás. Nós estamos atentos sobre as mudanças em todo o mundo no que é considerado aceitável em relação ao que fazer sobre animais em nome do entretenimento. O Reino Unido já liderou sobre essas questões mas agora está ficando para trás com tristeza”.

Com evidências fortes do sofrimento que passam os animais de circos nos bastidores, a ADI expõe a situação desses animais em toda a Europa e América do Sul e afirma que o público constantemente escolhe evitar apresentações de circo que envolvam sofrimento e presença forçada dos animais. A organização trabalha junto aos governos de todo o mundo para tomar medidas que eliminem todo este sofrimento, já que está provado que os animais forçados não fornecem nenhum benefício educacional ou de conservação à humanidade.

A Animal Defender International ainda anuncia que após a imposição da medida na Bolívia, foram resgatados 29 leões e outros animais e que equipes da organização estão atualmente no Peru e na Colômbia para trabalhar com as autoridades locais para fazer cumprir também a proibição de animais selvagens em circos.

No Irã um total de 14 estados já proibiram animais selvagens em circos através da campanha: “Não ao Circo”, liderada pela Animal Rights Watch e apoiada pela ADI, contando com o apoio do Departamento de Meio-Ambiente, que é responsável pela concessão de licenças para circos espetáculos com animais selvagens naquele país.

No Brasil, os estados de Alagoas, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Minas Gerais têm legislação que proíbe o uso de animais em circo. O Pl 7291/06, de autoria do Senador Álvaro Dias (PSDB-PR), que tem como objetivo proibir animais em circos em todo o país, se encontra pronto para pauta no plenário e consta como prioridade.

Escreva para o Presidente da Câmara, o Deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e exija a aprovação do projeto com urgência:

Twitter

Facebook

Fale com o Deputado

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016