O que são micro santuários e como começar um

micro-santuarios

Crédito da imagem: The Microsanctuary Movement

Micro santuário é um conceito revolucionário ainda pouco conhecido no Brasil, mas que pode ajudar a mudar drasticamente o futuro dos animais de fazenda. O fundador do Triangle Chance For All Animal Sanctuary falou ao Care2 sobre “como podemos estender o círculo de convivência para incluir animais de criação, e como micro santuários podem e devem ser criados sempre que possível.”

Até que nós vivamos em um mundo que já não explora animais, precisamos trabalhar juntos para dar abrigo a vítimas inocentes, e este é o lugar onde micro santuários entram em ação. Conforme nossa consciência coletiva é criada, vamos encontrar uma necessidade crescente de dar refúgio aos animais, e micro santuários a sustentam.

Se você tem um pequeno pedaço de terra à sua disposição, e a capacidade de amar e de cuidar de animais, proporcionando-lhes um lar seguro por toda a vida, onde eles possam viver livres e felizes, então você pode iniciar o seu próprio micro santuário diretamente em seu quintal.

Esther the Wonder Pig é um exemplo perfeito de como é possível compartilhar nossas vidas com animais de fazenda. Sua história inspiradora é apenas uma das muitas em que pessoas comuns têm ido além de idéias arraigadas de que animais com os quais se pode conviver estão limitados exclusivamente a cães e gatos, e em vez disso optaram por adotar animais de espécies diferentes.

Viver com animais “de fazenda” é um incrível experiência. Cada animal tem sua própria personalidade e preferências e, apesar do que se costuma imaginar, é extremamente fácil de desenvolver ligações profundas e significativas com estas espécies de animais.

Que tipo de animal “de fazenda” você é capaz de acolher em sua casa vai depender muito de onde você mora e do tipo de terreno que você tem disponível.

Quando abrigos estão cheios, eles dependem de pessoas compassivas que querem fazer diferença direta na vida de um animal com uma história sofrida. Eventualmente vemos organizações que resgatam animais divulgando na internet a necessidade de adotantes vegans com condições para abrigar animais como galinhas e galos, porcos, entre outros animais.

De acordo dom o site do Mycrosanctuary Movement, “Um micro santuário parte da premissa de que nosso espaço e nossos recursos, não importa quão limitados, muitas vezes ainda são suficientes para nós criarmos um santuário de animais de criação individual, a fim de impedir que eles jamais sejam usados novamente como commodities.”

“Um micro santuário pode ser qualquer espaço gerido por um vegan que é o lar de animais resgatados e enfatiza sua saúde e felicidade. Então, alguém com um galo resgatado em casa é um santuário (em virtude de ser um micro santuário) tanto quanto uma organização sem fins lucrativos de milhões de dólares com centenas de acres e centenas de animais. Jogando fora esse ideal, pessoas podem começar a pensar honestamente sobre o que santuário significa para moradores e cuidadores.”

“Este sentido de dedicação ao serviço de animais de fazenda resgatados, como uma maneira de acabar (e ajudar a melhorar, de alguma forma) com a sua exploração, é o que está no coração do santuário – e em um nível individual realmente define uma micro santuário.”

Interessado em começar um micro santuário próprio? Existem algumas coisas importantes, destaca o Mycrosanctuary Movement, que você vai querer saber e pesquisar antes de começar:

Você pode não só resgatar, mas também sustentar os indivíduos que salva? Você deve ver cada resgate como um compromisso de vida com alimentação, cuidados médicos e atenção. Isto significa avaliar honesta e precisamente seus recursos e resgatar em conformidade com eles, ou ter um plano realista para obter suporte adicional para seus esforços e  “recursos” não significam apenas ativos e contas bancárias, mas também seu tempo, energia, força emocional, e outros fatores-chave que são cruciais para o bem-estar de longo prazo da sua família no micro santuário.

Qual é a sua familiaridade atual e experiência com animais resgatados e seus cuidados? Se você tem pouca ou nenhuma experiência com o resgate e cuidados com animais, isso não significa necessariamente que você não pode começar a ajudar indivíduos em necessidade. No entanto, você vai querer se preparar bem para a compreensão do trabalho envolvido, as necessidades dos animais específicos, a disponibilidade de cuidados veterinários de confiança, e como criar um espaço adequado para todos que você adotar.

Que tipo de redes de apoio você tem atualmente, ou potencialmente tem acesso? Muitas redes de resgate se concentram exclusivamente em animais “de companhia”, e a maioria das comunidades vegans locais têm poucas ligações diretas com animais de criação. Você pode ser capaz de entrar em contato com estas e outras redes locais para receber e prestar apoio, se / quando você precisar. Também não se esqueça de utilizar a Internet para obter ajuda. Por exemplo, grupos em redes sociais podem oferecer suporte para vegans com animais de criação resgatados; você também pode entrar em contato com voluntários e líderes de santuários existentes.

Para mais informações de como começar um micro santuário, acesse o site do The Mycrosanctuary Movement.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016