Pesquisadores descobrem que alguns neandertais eram vegetarianos

Credito da imagem: NPR

Um novo estudo das placas dentárias de três neandertais revela fatos surpreendentes sobre suas vidas, incluindo o que comiam.

Pedaços de comida e micróbios presos aos dentes foram utilizados pelos cientistas para compreender mais sobre a dieta e estilo de vida dos neandertais – ou melhor, a versão endurecida da placa, o tártaro, o que os cientistas chamam de cálculo dental. Eles rasparam alguns dos cálculos e analisaram o DNA que foi preservado nele para obter pistas sobre o que os neandertais comiam.

Os cientistas analisaram as placas dos dentes de três neandertais que viveram na Europa aproximadamente 50.000 anos atrás. Um indivíduo era de uma caverna em Spy, Bélgica, e os outros dois eram da caverna El Sidrón, na Espanha.

Como relatam em um estudo publicado na Nature, o indivíduo belga comia principalmente carne.

E é aqui que o novo estudo ofereceu uma grande surpresa. De acordo com o DNA em placas dentárias, os neandertais da Espanha que foram analisados não comiam carne.

“Nós encontramos coisas como pinhões, musgo, cascas de árvores e até mesmo cogumelos”, disse Laura Weyrich, do Centro Australiano de DNA Antigo da Universidade de Adelaide, na Austrália, e autora principal do novo estudo. “É muito indicativo de uma dieta vegetariana, provavelmente a verdadeira dieta Paleo”. (mas nem todos os neandertais da região eram necessariamente vegetarianos: a caverna El Sidrón também continha evidências de canibalismo).

Ela diz que a diferença nas dietas reflete o fato de que os dois grupos viviam em dois ambientes muito diferentes. Os neandertais da Espanha viviam em densas florestas e lá se banqueteavam com todos os tipos de plantas e cogumelos. As informações são do site NPR.