Netflix investe e desenvolve conteúdo pró exploração animal

documentario-netflix

Até então sem nenhum conteúdo focado no veganismo ético, a Netflix disponibilizou mundialmente esta semana o documentário Live and Let Live

A Netflix lançou no dia 19 de agosto, “Fearless”, um documentário original de seis episódios. A série acompanha a vida dos brasileiros líderes na maior liga “esportiva” de montarias em touros do mundo, desde o evento de Barretos, em São Paulo, até a Final Mundial em Las Vegas.

O conteúdo gerou grande repercussão entre os defensores dos direitos animais. Uma petição para que a série seja retirada da plataforma  já obteve mais de 45 mil assinaturas. Clique aqui para assinar.

“Crio este abaixo-assinado não com a certeza de que o lobby exploratório e criminoso dos rodeios seja fortemente impactado, mas que gere uma insatisfação pública retratada à uma empresa que sempre teve a tendência de progressão com documentários diametralmente opostos à este. Que essa inquietação possa pelo menos demonstrar o quanto não desejamos a regressão ao ponto macabro de submeter animais, com todo o seu valor intrínseco, a meros produtos do bestial divertimento humano.” diz a petição.

Este, no entanto, não é o primeiro conteúdo original da Netflix que lança uma luz positiva sobre a exploração animal. The Ranch por exemplo,  é uma série humorística que estreou em abril deste ano e mostra a vida de uma família em sua fazenda de gado. A série, que tem como protagonista o ator Ashton Kutcher, já tem a segunda temporada  prevista para 2017 e é comemorada por sites da pecuária nos EUA  como “uma vitória para a agricultura”.

Netflix disponibilizou esta semana um documentário sobre veganismo

Até então sem nenhum conteúdo focado no veganismo ético, a Netflix disponibilizou mundialmente esta semana Live and Let Live (Viva e Deixe Viver), um documentário alemão de 2013  que examina a nossa relação com os animais, a história do veganismo e as razões que fazem com que as pessoas se tornem veganas. O documentário apresenta diversos vegans e ativistas, além dos ex-fazendeiros que fundaram o santuário  Hof Butenland  e depoimentos de nomes importantes para o veganismo e os direitos animais, como Tom Regan, Gary Francione,  Peter Singer, Melanie Joy e outros.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016