Oliver Stone denuncia uso de porcos para treino de cirurgias de guerra

Cineasta escreveu ao ministério de defesa da Grã-Bretanha.
Veterano do Vietnã, ele protesta contra ‘operação bacon dinamarquês’.

do G1

oliver stone denuncia uso de porcos para treino de cirurgias de guerraO cineasta americano Oliver Stone escreveu ao ministério britânico da Defesa para denunciar a utilização de porcos vivos feridos com armamento pesado para preparar os médicos britânicos para cirurgia de guerra, segundo carta de 14/12/2012.

O premiado diretor de “Platoon” e “Nascido em 4 de julho” pediu ao ministro da Defesa, Philip Hammond, que ponha fim à participação de médicos militares britânicos nestes exercícios crueis, que são realizados numa instalação da Otan na Dinamarca. Conhecida como “Operação bacon dinamarquês”, estes treinamentos consistem em ferir com armas de guerra os porcos para depois operá-los.

“Os porcos são seres muito inteligentes, como os cães e os gatos, com quem vivemos em nossas casas. Usá-los como alvo e esquartejá-los é bárbaro e vergonhoso”, afirma o veterano da guerra do Vietnã.

O ministério da Defesa defendeu em novembro esse tipo de exercício, afirmando que ajudam a salvar vidas nos campos de batalha. Oliver Stone apoiou em sua carta a sugestão da organização de defesa dos animais PETA para que sejam usados bonecos realistas ao invés de animais.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016