Peixes cantam como pássaros, diz novo estudo

peixes-oceano

Donald Miralle | Getty Images

Peixes costumam ser considerados criaturas silenciosas, mas novas evidências sugerem que determinadas espécies de peixes cantam juntas no mar. Assim como pássaros, os animais marinhos fazem coro todos os dias ao amanhecer e ao anoitecer.

Num novo estudo publicado na revista Bioacoustics em 3 de setembro, Robert McCauley, da Universidade de Curtin, em Perth, Austrália, e seus colegas usaram dispositivos de gravação colocados em diferentes pontos da costa de Port Hedland, na Austrália Ocidental, onde gravaram cantos distintos no oceano que ocorrem em diferentes momentos do dia, especialmente ao amanhecer e ao anoitecer.

Os cantos foram predominantemente ouvidos no início da primavera e no verão à tarde, e a maior parte da paisagem sonora submarina foi produzida por chamadas individuais repetitivas de peixes. Uma vez que os sons de peixes diferentes se sobrepõem, porém, as chamadas formam coros.

“Padrões diurnos distintos no coro foram observados, associados com o nascer do sol ou pôr do sol e, em alguns casos, ambos”, escreveram os pesquisadores em seu estudo.

“Alguns pares de coros presentes no mesmo dia apresentaram várias combinações de particionamento temporal e de frequências, enquanto outros exibiam sobreposição predominante em ambos os espaços.”

Apesar de os peixes terem sido considerados criaturas silenciosas e parecerem diferentes de pássaros e mamíferos ruidosos, na realidade faz sentido que estas criaturas marinhas vocalizem, assim como outros animais.

Na natureza, produzir som pode ser usado como um meio eficaz de atrair a atenção. Rãs, por exemplo, coaxam ao procurar por companheiros, cães da pradaria usar uma complexa série de “yips” quando alertam uns aos outros do perigo potencial e aves jovens produzem som para mostrar quão famintas estão.

Som também tem papel importante em uma série de comportamentos dos peixes, tais como disputas territoriais, reprodução e alimentação.

Em sua pesquisa, McCauley e colegas não encontraram evidências de que os peixes na área de estudo foram afetados pela poluição sonora. No entanto, isso pode não ser o caso em outros lugares, já que estudos anteriores encontraram evidências de que o oceano tornou-se  barulhento demais para outros animais marinhos, como baleias e golfinhos.

Ruídos no oceano podem ter consequências prejudiciais para os animais marinhos. O barulho de navios, por exemplo, dificulta a capacidade de baleias ameaçadas de ouvirem umas as outras.

Com informações de Tech Times

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016