Novo estudo descobre que peixes criados em tanques sofrem de depressão

peixes-tanqueUm estudo realizado em viveiros de salmão na Noruega descobriu que em todos eles existem peixes com sintomas psicológicos graves, que os levam a flutuar imóveis na superfície dos tanques.

O estudo constatou que estes peixes sofrem de depressão grave. O seu comportamento é descrito como “eles se deram por vencidos”. Com base no estudo, publicado na Royal Society Open Science, estes animais poderiam muito bem ser considerados suicidas, por causa da falta de esperança de vida na piscicultura.

A química do cérebro e comportamento destes salmões são semelhantes a outros animais que exibem sintomas da depressão.  Tal química do cérebro, por sua vez, lembra a de seres humanos com síndromes depressivas graves.

Os humanos que enfrentam situações de pobreza e outras condições igualmente duras e psicologicamente estressantes são mais propensos a serem diagnosticados com depressão e outras doenças mentais. Tal como se mostra no estudo, peixes expostos às condições ambientais não naturais e entornos estressantes são igualmente propícios a sofrer de doenças psicológicas graves.

Os salmões criados em cativeiro vivem em tanques superlotados tendo que suportar a presença de outros peixes com atitudes agressivas e competir por comida. Precisam também suportar mudanças de luz, na profundidade da água e nas correntes.

O biólogo chefe do novo estudo, Marco Vindas, diz: “os peixes em cativeiro vivem em ambientes altamente estressantes. As condições encontradas nessas fazendas são extremamente diferentes das que são evolutivamente condicionados a viver na natureza “. As informações são da ONG Igualdad Animal.

Por favor considere ajudar esses animais, consumindo alternativas aos peixes e demais produtos de origem animal. Se precisar de ajuda para começar, veja nossas diversas receitas veganas e tire suas dúvidas em nossa sessão de nutrição vegetariana.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016