Dê preferência aos orgânicos

dê preferencia aos organicosA agricultura orgânica é um modo de produção sustentável importantíssimo e que tem ganhado espaço no cenário mundial. Muito se fala sobre ela, mas sobram dúvidas sobre seu conceito e sobre os benefícios que ela traz. Afinal, o alimento orgânico não é simplesmente aquele que é produzido sem o uso de agrotóxicos. Toda a cadeia produtiva, desde o plantio até a venda, é manejada de forma a evitar danos ao meio ambiente. Ou seja, de maneira sustentável.

Além da ausência de agrotóxicos e pesticidas, a agricultura orgânica propõe uma utilização racional dos recursos naturais, incluindo os vegetais, o solo, a água e os animais do ecossistema em que a plantação é instalada. O controle de pragas e ervas daninhas é feito manualmente, com foco na prevenção. O solo é revolvido o menos possível, mantendo sua configuração original. O resultado é um dano mínimo ao ecossistema.

Os alimentos transgênicos são prontamente rejeitados pelos agricultores orgânicos. Por serem geneticamente modificados para produzir mais, eles alteram o equilíbrio natural dos ecossistemas e tendem a, gradualmente, substituir espécies e acabar com a variabilidade genética, a capacidade que os organismos têm de se adaptar a um ecossistema ao longo de gerações.

Como conseqüência de uma produção natural, os alimentos orgânicos trazem inúmeros benefícios a quem os consome. A ausência de agrotóxicos preserva o sabor e a aparência reais dos vegetais. As maçãs orgânicas, por exemplo, não são enormes e brilhantes como as cultivadas tradicionalmente, porém têm sabor e aroma muito mais marcantes.

O solo e a água, recursos naturais sobre os quais o homem não tem controle, são dois dos maiores beneficiados com a agricultura orgânica. A ausência de agrotóxicos e o foco na sustentabilidade previnem a contaminação de futuras safras e da fauna local. Com o uso sustentável, os recursos não se esgotam e permanecem disponíveis para gerações futuras.

Os próprios produtores agrícolas são beneficiados com a agricultura orgânica. Sabe-se que o contato frequente com agrotóxicos causa doenças graves. Os alimentos orgânicos também podem ser vendidos diretamente, em feiras livres e quitandas nos centros urbanos, proporcionando aos pequenos produtores oportunidades de comércio mais justas e garantindo-lhes uma vida mais digna.

Agricultura tradicional

A agricultura tradicional promove:  desmatamento – erosão  – esgotamento de água doce – poluição atmosférica e das águas – desertificação – destruição de mananciais – geração de resíduos – extinção de várias espécies de animais – prejuízos à saúde humana.

Também promove a morte de milhões de insetos pelo uso de agrotóxicos e pesticidas, tanto aqueles considerados “pragas”, quanto os pertencentes à biodiversidade local. Fica evidente que esta é uma prática não condizente com os princípios veganos de respeito e defesa animal.
Devemos sempre que possível, escolher produtos orgânicos – pelos animais, pelo meio ambiente, pelas pessoas e pela nossa saúde.

fonte: vida equilibrio

leia também: é possível alimentar o mundo inteiro sem pesticidas

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016