Quinua absolvida

Estudo mostra que o cultivo de quinua não está prejudicando animais ou humanos

quinoaDe acordo com um novo relatório divulgado pelo Departamento de Economia da Universidade Towson, a popularidade da quinua (ou quinoa) como um superalimento não é prejudicial para as comunidades peruanas que colhem o grão. O estudo analisou os impactos no bem-estar pelos altos custos do cultivo de quinua para o Peru ao longo de 10 anos para determinar como isso afetou agricultores, consumidores e famílias na área. Com a popularidade mundial do “superalimento”, a demanda pelo grão tem aumentado consideravelmente nos últimos anos, levando a perguntas sobre como a produção em massa afeta negativamente os agricultores e as populações que vivem em torno das plantações.  As maiores preocupações levantadas são sobre o custo elevado de um alimento do qual a população local é dependente. No entanto, enquanto o boom de consumo de quinua aconteceu entre 2006 e 2013 -período no qual o custo da colheita triplicou- este extenso estudo descobriu que “a produção de quinoa está associada a uma taxa mais rápida de crescimento do bem-estar das famílias.”

Especificamente, cada aumento de 10 por cento no preço trouxe um aumento de 0,7 por cento na qualidade de vida familiar.

A quinua é o único alimento vegan que contém todos os nove aminoácidos essenciais e já provou ser benéfico para as famílias nas regiões onde é colhida.

Fonte: VegNews

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016