Rodrigo Hilbert mata cordeiro na TV e causa comoção na internet

hilbert

Cena do episódio onde Hilbert mata um fihote de ovelha

Apresentador do programa ’O Tempero de Família’, da GNT, Rodrigo Hilbert virou alvo de críticas na internet depois de matar durante a atração um filhote de ovelha. No episódio, gravado em Santa Catarina, o apresentador visitou uma fazenda e, junto com o pecuarista e dono do local, escolheu no curral um animal de cerca de seis meses. Juntos o mataram, cortaram , retiraram os órgãos internos, a cabeça e todo o pelo, enquanto conversavam naturalmente sobre o procedimento. Quase todo o processo de morte do animal foi exibido no programa, o que gerou muita revolta nas redes sociais. “Como carne, mas não gostei de ver o pobre do bicho sendo levado pro abate e ainda mais sangrando daquele jeito”, escreveu uma internauta.

O apresentador chegou a transformar seu perfil no Instagram em privado para evitar mais xingamentos, depois que a cena foi postada na página oficial do GNT no Facebook, nesta segunda-feira.

Muitos seguidores da página do GNT no Facebook se mostraram indignados e criticaram a atração, questionando a necessidade de se exibir a morte de uma animal dessa forma. ONGs e entidades ligadas a defesa dos animais ameaçaram tomar providências contra o GNT, que já retirou o post com a foto do animal morto do ar. Com o perfil de Rodrigo Hilbert no Instagram fechado para novos visitantes, Fernanda Lima passou a ser alvo dos críticos de seu marido. O Instagram da apresentadora há vários comentários sobre o assunto. As informações são do Yahoo! News.

Esta não foi a primeira vez que o apresentador matou animais em seu programa – anteriormente já havia matado rãs e caranguejos, mas somente agora o ato teve tamanha repercussão.

Nota do Veggi & Tal: O programa, ainda que intencione naturalizar o consumo de animais, escancara uma realidade invisível  – nada diferente do que ocorre com cada ser senciente criado e morto para consumo, exploração financiada pelas mesmas pessoas que se escandalizaram com o ato.
Que o desconforto causado pelas imagens não se reverta em ódio direcionado aos autores, mas em reflexão sobre a exploração de animais para consumo.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016