Justiça determina que UFSC não pode usar animais em aulas de Medicina

A determinação, da Justiça Federal, prevê multa de R$ 100 mil por uso indevido de animal

Justiça determina que UFSC não pode usar animais em aulas de MedicinaA Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) não poderá usar animais em aulas práticas do curso de Medicina. A decisão é da Justiça Federal em Santa Catarina e a pena, caso haja desobediência, é de R$ 100 mil em multa, por uso indevido de animal.

O juiz Marcelo Krás Borges, da Vara Federal Ambiental de Florianópolis, entendeu que a UFSC não pode alegar falta de recursos para aquisição e emprego de meios alternativos. O pedido era do Instituto Abolicionista Animal.

— No caso concreto, a universidade economiza recursos para, em troca, dar tratamento cruel aos animais, utilizando-os em experiências científicas ou terapêuticas — afirmou Borges, na decisão proferida na última segunda-feira.

O juiz citou, ainda, a jurisprudência referente às rinhas de galo e espetáculos de circo com animais.

A UFSC alega que estaria substituindo os animais por outros equipamentos, mas depende de recursos do orçamento. O órgão deve entrar com recurso no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre.

Fonte: Diário Catarinense

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016