E peixe, você come?

Vegetarianos não comem peixe. Entenda os motivos.

vegetarianos não comem peixeÉ comum que vegetarianos se deparem com este tipo de questionamento, ou mesmo que algumas pessoas se considerem vegetarianas e consumam peixes e outros pescados. Culturalmente, o peixe é visto como um símbolo de estupidez; para muitos, não é sequer considerado como carne ou animal. Entretanto, não é porque esses animais são chamados de “frutos do mar” que sejam vegetais!

Diversos estudos demonstram que peixes são conscientes, sentem dor, medo, são capazes de aprender e memorizar – ao contrário do que diz o senso comum. Segundo a bióloga marinha Victoria Braithwaite, não existe um motivo lógico por que as pessoas não devam tratar esses animais com a mesma consideração que dão aos mamíferos e pássaros (bem como os demais seres sencientes, acrescentamos).

Por desconhecimento da senciência destes animais, a maioria dos peixes capturados morre em agonia -asfixiados, esmagados ou feridos.

Impacto na biodiversidade e no meio ambiente

Estima-se que a indústria pesqueira recolha dos mares a cada ano algo em torno de 30 milhões anuais de pescado para o consumo humano. Nesse ritmo, muitas espécies podem desaparecer. E tudo leva a crer que isso não deva demorar muito para acontecer. Os cientistas acreditam que, nos próximos 50 anos, a maioria das espécies hoje ameaçadas poderá estar extinta com consequências ambientais bem difíceis de prever.

Estima-se que a população mundial de tubarões tenha sido reduzida a apenas 10% do que era no início da década de 1970. Mesmo assim, mais de 70 milhões de tubarões são capturados todo ano, principalmente para abastecer o mercado asiático de barbatanas.

Os cientistas receiam que alguns dos estragos feitos até aqui jamais possam ser revertidos. Um estudo feito no Canadá com quase 100 espécies de peixe revelou, por exemplo, que populações de espécies marinhas reduzidas em mais de 60% podem nunca mais se recuperar. Segundo Jeffrey Hutchings, professor de Biologia da Universidade de Dalhousie e um dos responsáveis pela pesquisa, a recuperação das populações avaliadas foi acompanhada ao longo de 15 anos, em áreas onde a pesca industrial havia sido proibida. “Mesmo depois desse tempo todo, a população de algumas espécies não voltou a ser o que era antes”, afirma o pesquisador.

Dos animais capturados nas redes, aqueles que não são visados ( 25% ), são devolvidos ao mar morrendo ou já mortos.  Em algumas áreas de pesca, há um sério problema de pesca acidental de mamíferos marinhos e aves. A maioria das pessoas infelizmente não se dá conta que ecossistemas marinhos frágeis estão sendo ameaçados ou destruídos.
Já a piscicultura polui a água, o solo e a atmosfera.

Por fim: Vegetarianos não comem nenhum animal. Nem peixe.

referências: R7Super –  prp.ufla.br

Home | Artigos

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016