Vídeo de Leão em santuário brasileiro torna-se viral no youtube

O vídeo do leão Will pisando na grama e terra pela primeira vez, após viver 13 anos em uma carreta de circo, emocionou muitas pessoas em todo o mundo desde a semana passada. A repercussão internacional se deu a partir de um artigo publicado pelo site The Dodo e  repercutiu em muitos sites/blogs internacionais. O vídeo postado no Youtube já conta com mais de 3 milhões de visualizações.

Conforme o Rancho dos Gnomos explica em sua página no Facebook, Will nasceu em cativeiro (no circo), já era um leão de meia-idade e tinha várias sequelas de maus-tratos, internas, externas e psicológicas (esses animais chegam com as garras arrancadas e os dentes serrados). Ainda que houvessem condições de soltá-lo em uma reserva africana, Will não teria condições de viver na natureza selvagem e dependeria de cuidados veterinários e de auxílio para se alimentar. Will nasceu no Brasil e após liberto do circo teve uma vida tranquila no santuário, ainda que em cativeiro mas com dignidade, durante 5 anos, até morrer de causas naturais.

“O Rancho dos Gnomos faz um trabalho educacional de despertar de consciência para que as pessoas não frequentem circos com animais, pois o resultado final é esse: um animal descartado, totalmente marginalizado, negligenciado, além de obviamente ficar anos em um circo sendo violentado. Não frequentar circos com animais e se posicionar contra essa prática é o primeiro passo para que outros animais não passem pela mesma experiência de Will, que viveu 13 anos de escravidão.”

Saiba mais sobre a história de Will e do santuário clicando aqui.

O Rancho dos Gnomos precisa de ajuda para mudar e oferecer melhores condições para os mais de 200 animais que acolhem e mantêm.  Doando a partir de 10 reais você pode ajudar o Rancho dos Gnomos a continuar seu importante trabalho. Clique aqui para contribuir.

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016