Vozes em Luto se manifesta contra o Festival de Yulin

O Coletivo Antiespecista Vozes em Luto se manifestou neste domingo (18/06) contra o holocausto ocorrido em Yulin/China. O manifesto teve o suporte dos ativistas do grupo DxE São Paulo (Direct Action Everywhere) e ativistas independentes.
Durante o ato os ativistas repudiaram o massacre de 15 mil cães e gatos ocorrido em 10 dias de festival na China, lembraram que aproximadamente 15 milhões são mortos anualmente no país, para o consumo de sua carne. Ainda fizeram uma alusão ao holocausto brasileiro, onde segundo estatísticas, 70 milhões de animais (porcos, bois e frangos) são mortos pela indústria pecuária.

O manifesto teve uma boa repercussão, com a entrega de panfletos e pessoas parando para conversarem sobre o tema, desde jovens que frquentam o bairro oriental da Liberdade/SP, até pessoas mais idosas, buscando informação e conscientização sobre o tema.
Em um relato de um dos ativistas : “Uma senhora quando viu a imagem do cartaz, começou a chorar emocionada perante o horror”.
Ativistas se revezaram ao megafone passando mensagens de conscientização e ao mesmo tempo repúdio contra este que é considerado o maior massacre de cães e gatos na ásia ao lado do também triste festival de Boknal, na Coréia do Sul.

Em nome do Vozes em Luto agradecemos a presença e o suporte de todos os ativistas que compareceram neste dia.

https://vozesemluto.wordpress.com/

Confira as fotos: