O país que não quer zoológicos

misantropia-especismoCom a decisão de encerrar os jardins zoológicos para que os animais que vivem neles possam voltar ao seu habitat natural, o governo da Costa Rica demonstrou que sua fala não é simplesmente uma campanha de marketing, mas uma filosofia de desenvolvimento nacional.

A Costa Rica é um país com grande biodiversidade: 25% de sua área está protegida por abrigar cerca de 500.000 espécies de animais.

Segundo o ministro do Meio Ambiente da Costa Rica, René Castro, por trás da decisão tomada em 2013, está a intenção de promover parques onde você pode interagir com a biodiversidade de maneira natural e sem animais em cativeiro, a menos existam riscos.

O objetivo da medida é que o Simon Bolivar Zoo and Conservation Center de Santa Ana passe por um processo de reengenharia para que se torne primeiro em um jardim botânico e depois em uma reserva natural.

O problema é que esta decisão, que tornaria este país da América Central o primeiro no mundo a implementar um plano para fechar seus jardins zoológicos terá que esperar até 2024, data em que expira o contrato da organização Fundazoo para gerenciar os zoológicos.

Fundazoo, uma organização sem fins lucrativos, teria ganhado no Tribunal um recurso renovando seu contrato de gestão por mais uma década. O governo não quis se pronunciar sobre o status da apelação mas, se confirmada, será um duro golpe para as intenções do governo em libertar os animais.

Além do tempo que será necessário esperar para que o governo da Costa Rica atinja seu objetivo em capacitar a população e os turistas a interagirem naturalmente com a diversidade de espécies, o que deve ser destacado é a coerência das ações do governo com a identidade que deseja projetar.

Para isso, o governo conta com o apoio de toda a população da Costa Rica, que se orgulha de sua biodiversidade e como o mundo os vê graças aos cuidados que lhe destinam e seu compromisso com a sustentabilidade .

Sem dúvida, o exemplo da Costa Rica é digno de ser imitado por países latino-americanos que também  mantém inúmeras espécies em cativeiro.

Fonte: Prensa Animalista

Veggi e Tal - Receitas veganas, Veganismo e Direitos Animais
© 2012 - 2016