Rato usado em testes de laboratório revida e manda técnico para o hospital

Muitos animais, incluindo cães, gatos, primatas e roedores, são sujeitos a terríveis testes em laboratórios. Mas um pequeno rato na Universidade de Cardiff, no Reino Unido, lutou e se defendeu, mordendo o técnico de laboratório, o que causou uma reação alérgica e levou o homem a buscar atendimento médico em um hospital.

O incidente ocorreu em 2017, mas foi divulgado ao público recentemente, graças a ativistas da Cardiff Animal Rights. Uma porta-voz da organização afirmou: “Não é absolutamente aceitável a quantidade de sofrimento causada aos seres vivos aqui. Pedimos à Universidade de Cardiff para avançar e parar a crueldade e a matança … Há uma grande quantidade de organizações que se concentram em pesquisas médicas que não usam animais, pois estão conscientes do impacto prejudicial “.

Um total de 46.743 animais foram utilizados como sujeitos de teste nesta Universidade no ano passado, incluindo duas cobaias, quatro coelhos, 122 sapos, 1.825 peixes e 42.660 ratos.

Este incidente é ainda mais uma prova de que os animais, incluindo aqueles que são reduzidos a meros assuntos de teste, são seres sensíveis emocionais com forte vontade de viver livremente. Subjugar animais para ensaios laboratoriais cruéis e invasivos é bárbaro na melhor das hipóteses. Testes em animais são completamente desatualizados e ineficazes, e laboratórios de longa data em todo o mundo terminaram com os testes em animais e optam por procedimentos científicos mais avançados, humanos e efetivos que não envolvem animais.

Fonte: One Green Planet

Artigos relacionados

Newsletter - Receba noticias e artigos no seu email

PATROCINADORA

Eline Bélier

PUBLICIDADE

Lojas gerenciáveis na plataforma Opencart

PUBLICIDADE

Anuncie aqui